Cliente: Esporte Clube Pinheiros

COB lamenta cortes no Pinheiros e se diz apreensivo com coronavírus

Responsável por 12 das 129 medalhas dos atletas do Brasil na história dos Jogos Olímpicos, a estrutura profissional do Esporte Clube Pinheiros tem sido abalada com cortes em equipes de alto-rendimento, em muito, por conta do novo coronavírus. Tanto que até o COB (Comitê Olímpico do Brasil) lamentou a diminuição de investimento e se mostrou apreensivo com os efeitos da pandemia no caminho rumo a Tóquio 2020, agora reservados para de 23 de julho a 8 de agosto do ano que vem.

Na semana passada, os jogadores e a comissão técnica do time masculino de basquete receberam por carta o anúncio da não-renovação de contrato e, pior, da dissolução da equipe. Anteriormente, Claudio Castilho, ex-gerente de esportes olímpicos, com 24 anos de história no clube de São Paulo, havia sido demitido em um movimento que foi entendido por fontes internas como uma virada na política de atletas e times profissionais. A pandemia do coronavírus, então, teria sido “a desculpa perfeita” para o fim de um time por exemplo, na briga entre associados e times profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *